Conheça um pouco mais sobre a Cabaça


Em Minas Gerais, cabaça. No sul do país, porongo. O fruto tem nomes diferentes, mas é muito comum pelo Brasil. “É da família das abóboras. Quando nova, pode ser consumida igualmente. Quando seca, algumas espécies têm a característica da casca bem rústica, resistente, que serve para artesanato e para cuia de chimarrão”, explica o agronômo Sydnei dos Passos.
As cabaças normalmente são encontradas no pasto ou em cercas. Em Carrancas no sul de Minas Gerais não existe uma produção comercial. Na fazenda de Soraia Guimarães, o fruto é colhido o ano todo. Ela resolveu resgatar um costume antigo e transforma as cabaças em utensílios domésticos, que servem para guardar bolachas, bolos, todo tipo de quitanda.
As cabaças que nascem em um amontoado de mato não tinham valor comercial para os moradores e eram distribuídas, mas hoje são vendidas para artesãos e turistas que visitam a cidade.
A forma mais comum é a arredondada, mas fatores genéticos podem alterar o formato. O agricultor Roberto Rezende conseguiu sementes de um tipo especial totalmente irregular.

Fonte: G1